Sindicato pede cassação de vereador que agrediu servidores da saúde

O presidente do Sindicato dos Municipais de Piracicaba e Região, José Valdir Sgrigneiro, amparado pelo departamento jurídico da entidade protocolou na Câmara de Vereadores de Piracicaba nesta manhã (11) um pedido de cassação por quebra de decoro do vereador Fabricio Polezi (Patriotas).  O fato ocorreu neste final de semana, quando o vereador acompanhando de um amigo, dirigiu-se ao Pronto Socorro do Piracicamirim, agrediu verbalmente os servidores que trabalhavam, se recusou a usar a máscara corretamente, conforme a recomendação do Ministério da Saúde e da OMS e disseminou através das redes sociais dele, informações falsas sobre a pandemia.

Ele exigia atendimento imediato, com prescrição de um kit de “tratamento preventivo” para Covid 19, desacatou a funcionária pública que o atendia e chamava os profissionais ali que tentavam contê-lo (Guarda Civil, enfermeiros, médicos, atendentes e faxineiros) como ele próprio destacou em sua rede social de “lixo” e incompetentes, declarando ainda que os médicos são malucos ideologizados e estão de má fé colocando a população em pânico. Disse ainda, que os agentes da Administração Pública Municipal estão participando de uma espécie de complô para enganar a população e conseguir repasses federais e estaduais, chamou a pandemia do coronavírus que já matou quase quinhentas pessoas só em Piracicaba de “FRAUDEMIA”.

Diante de uma das maiores pandemias já enfrentadas pela população mundial com dois milhões de morte, o Parlamentar divulgou informações inverídicas que podem gerar uma grave crise de saúde pública no município, vez que por ser vereador tem maior alcance de sua voz, torna-se assim imoral e criminoso a política de difamação dos servidores públicos e assim passível de sanção política.

No documento, o  Sindicato afirmou:  “Há claro abuso de poder do vereador para de maneira caluniosa e difamatória agrediu os servidores municipais profissionais da saúde do município, portanto evidente que o representado deve ser punido por esta casa de leis com a perda de seu mandato”, concluindo que o parlamentar assim como qualquer agente público deve obediência aos princípios da Administração Pública, trazidos no art. 37 da CF, e a quebra do decoro parlamentar mais que uma infração funcional afronta o princípio da moralidade pública a qual por si só justifica a sanção da perda do mandato.

Além desta documentação, o vice presidente do Sindicato, José Alexandre Pereira, o secretário geral, José Valdir Martinse a dirigente, Renata Perazoli estiveram nesta tarde (11) no PS do Piracicamirim prestando apoio e solidariedade aos servidores que foram agredidos verbalmente com ofensas feitas pelo vereador Fabricio Polezi.

WhatsApp

VOLTAR

NOTÍCIAS Relacionadas

Latest Video News

Playlist title

Playlist subtitle #hashtag

More News

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing

The Alchemists team is appearing in L.A. Beach for charity

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisi nel elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad mini veniam, quis nostrud en derum sum laborem.

Latest articles